Exú


O primeiro Orixá a ser louvado em um barracão de Axé, umbanda ou candomblé, sempre será Exú. Ele tem o papel de Guardião Mensageiro, responsável pela comunicação entre Orun (céu) e Aye (terra) e de guardar as casas de seus senhores. Exú é o Orixá do movimento, do caminho, comércio, da troca e também da sexualidade. Exú é o Orixá mais próximo dos homens, que transita livremente entre o Orun e Aye, sendo o incumbido por direcionar a oferendas dos homens aos Orixás, sempre cobrando a sua parte. Por isso é o primeiro Orixá a ser reverenciado.

exu Exú

Exú | Fonte: Google Imagens

 Dia da semana: Segunda-feira | Símbolo: Ogó de forma fálica, pênis ereto | Elementos: Fogo | Saudação: Laroiê

Domínios: comunicação, sexo, comércio, transformação | Cores: Preto, e em alguns axés preto e branco

Os filhos de Exú são comunicativos, brincalhões, ambiciosos, divertidos, extrovertidos e populares. Extremamente sociáveis, sempre valorizam uma boa amizade. Normalmente impulsivos, têm grande facilidade de entrar e sair de confusões. São, em sua essência, pessoas persuasivas, diplomáticas e de boa de lábia. Tem o libido a flor da pele. Enfim, refletem toda a alegria e extroversão que um Orixá que é pura comunicação e a alegria.

A iniciação do Orixá Exú ainda é tabu em muitos Axés, onde há o entendimento, que por Exú ser o Orixá do movimento, do caminho, ele não se prende. Os mais antigos e conservadores sacerdotes afirma que ao invés de iniciar Exú se deve iniciar uma qualidade específica de Ogun. Por ser um assunto delicado, e pouco abordado, pouco se sabe sobre seus fundamentos e atos litúrgicos, no entanto há pessoas que são iniciadas para Exú e sacerdotes conhecedores dos mistérios iniciam Exú em seus barracões.

Particularmente, acredito que o que é determinado por Ifá no jogo de búzio deve ser respeitado. Se os búzios indicaram que Exú é o Orixá da pessoa, isso significa que esse Orixá rege a vida espiritual e material do Omorixá (filho de santo). Xangô é o fogo, Oyá é o vento, e cada Orixá tem sua peculiaridade que poderíamos enxergar como um motivo para não iniciarmos, entretanto lidamos com vidas e temos que fazer o melhor para o Omorixá.


Babalaxé Victor de Ayrá

sobre Babalaxé Victor de Ayrá

Babalaxé do Egbé Jurema Nagô - Casa de Ogun, foi iniciado em Ayrá em 2006. Extrovertido, brincalhão, considerado polêmico por alguns amigos e, acima de tudo, um grande estudioso do candomblé, principalmente do culto ao Orixá e Mestres da nação Jurema Nagô. Saiba mais ...

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>